Muitos empreendedores ficam na dúvida sobre o que é TEF. Mesmo sendo a opção mais segura para as transações de cartões de crédito e débito de uma estabelecimento comercial, muita gente ainda se questiona se realmente vale à pena investir nessa solução e também sobre o que é necessário para implementá-la.

Mas, antes de falar sobre a aplicação dessa solução no seu negócio, vamos explicar o que ela representa. TEF é a sigla para Transferência Eletrônica de Fundos. Esse é um sistema que possibilita a realização de transações financeiras por meio da conexão entre as empresas que realizam a liquidação de pagamentos eletrônicos e a automação comercial.

Agora você deve estar se perguntando: Mas, o que seria essa automação comercial?

Bom, é possível resumir a automação comercial como tudo que faz parte da integração do TEF, como é o por exemplo o PIN PAD (para inserir os cartões para digitação da senha do seu cliente), impressoras térmicas (para impressão do comprovante de pagamento) e também o software de automação comercial que irá integrar seu Frente de Caixa ao TEF.

Essa integração permite que as transações financeiras do seu negócio sejam otimizadas, bem como sejam realizadas de maneira segura. Por conta disso cada vez mais empreendedores tem apostado TEF como uma forma de trazer mais agilidade pra o dia a dia ao invés do POS.

Leia neste outro artigo a diferença entre TEF e POS!

 

O que é Pinpad e porque ele é importante para o sistema TEF

Agora que você sabe o que significa TEF, é importante explicar, também o que é pinpad. Essa é a maquinha utilizada para efetuar os pagamentos com o cartão, de forma integrada ao sistema TEF.

Basicamente, você “passa” o cartão no pinpad, o cliente autoriza o pagamento e ele é automaticamente contabilizado no seu sistema frente de caixa. Sem esse equipamento não é possível implantar o TEF no seu negócio.

Um dos grandes diferenciais do pinpad é que, ao contrário das maquininhas convencionais (POS) que aceitam um número restrito de bandeiras, ele consegue atender uma variedade de opções muito mais extensa. Essa é uma excelente vantagem para os empreendedores. Principalmente para os micro e pequenos empreendedores que desejam expandir seus negócios.

Isso porque, o custo para ter várias maquininhas que atendam diferentes bandeiras é bem maior do que para implantar a solução de TEF. Não é à toa que cada vez mais empresas tem optado por essa alternativa. Afinal de contas, o TEF representa mais facilidade nas transferências financeiras do seu negócio, por um valor bem mais acessível que outras soluções do gênero disponíveis no mercado.

Principais tipos de TEF

 

Além de saber tef o que é, você também precisa conhecer os tipos de TEF que existem hoje em dia no mercado. Isso fará toda a diferença na hora de implementar essa solução no seu negócio. Confira abaixo:

TEF discada

Nesse tipo de TEF a comunicação do serviço depende de uma linha telefônica. Ou seja, em cada transação feita com o cartão a comunicação será por acesso discado. Praticamente você faria uma ligação para conseguir concretizar a operação. Assim que ela fosse aprovada, a ligação terminaria.

Geralmente micro, pequenos e médios negócios optam por essa alternativa. Contudo, ela tem algumas desvantagens.

Para começar você dependerá de uma linha telefônica. Se ela estiver sendo usada, será necessário esperar a finalização da ligação. Além disso, ela é mais lenta em comparação as outras opções de TEF.

TEF dedicada

Na TEF dedicada o sistema fica conectado 24 horas com as operadoras de cartão, através de uma rede virtual privada (VPN). Com isso, todas as operações são mais rápidas, uma vez que não é necessário esperar a conexão ser restabelecida.

Essa alternativa é mais indicada para negócios que apresentam um grande fluxo de vendas, como supermercados, por exemplo. Isso porque a operação levará no máximo 5 segundos, o que irá otimizar todos os processos dentro do negócio. Além disso, você deixará a sua linha telefônica livre. E as ligações não irão interferir em nada nas suas transações.

TEF IP

Essa alternativa de TEF também utiliza o sistema VPN para se comunicar. Contudo, a comunicação entre o terminal e a operadora é feita através de um protocolo IP. Isso quer dizer que as operações são feitas usando a internet, o que torna tudo ainda mais rápido e prático. Esse tipo de TEF também é indicado para empresas que atuam com um grande número de transações diárias.

Conhecer os tipos de TEF é fundamental, pois apenas dessa maneira você saberá identificar qual alternativa atende melhor as demandas do seu negócio.

Quais são as vantagens de utilizar TEF?

 

O sistema TEF não tem sido amplamente utilizado à toa. Além de prático, ele oferece uma série de vantagens para o seu negócio, tais como:

Mais flexibilidade para os clientes

Atualmente os cartões de débito e crédito são as principais formas de pagamento utilizadas no comércio. Ao implantar um TEF no seu empreendimento, você terá a oportunidade de oferecer mais flexibilidade para os seus consumidores gerando, assim, mais facilidade na hora de efetuar pagamentos, o que aumentaria o grau de satisfação do seu público em relação ao seu empreendimento.

Evite erros nas transações

Nas transações com cartão convencionais, o atendente precisa digitar o valor na maquininha. Isso acaba aumentando as chances de erros manuais que podem prejudicar financeiramente a sua empresa.

Com o TEF, o valor da compra surgirá de maneira automática no sistema, através do software de vendas. Assim, é possível evitar que compras sejam passadas em valores incorretos e o seu negócio, bem como os seus clientes,  saiam financeiramente prejudicados.

Facilite o seu controle financeiro

Mais uma das vantagens desse sistema é que ele te ajudará a melhorar o controle financeiro do seu negócio. Isso porque, é possível integrar ele a um software de gestão. Dessa maneira todas as operações já serão registradas de forma automática. Você não terá que passar manualmente cada transação ao fim do dia.

Assim que elas forem aprovadas serão contabilizadas no software de gestão. Isso permitirá que você faça um controle mais rígido das transações e as formas de pagamento mais utilizada.

Custo-benefício

Outro ponto vantajoso do TEF é que esse sistema tem um custo-benefício bem melhor. Isso porque você consegue taxas menores para usar uma gama maior de bandeiras.

Inclusive, é possível escolher pacotes com preços diferenciados para determinadas bandeiras. Assim, é possível oferecer condições melhores para o cliente, e, ao mesmo tempo, reduzir as despesas com operações via cartão.

Nas maquinhas convencionais, muitos empreendedores têm que cobrar valores a mais nas compras, para cobrir as taxas do equipamento. Já com o TEF os custos acabam reduzindo.

Evite fraudes

Como todos os valores são registrados de forma automática, você também pode evitar fraudes. Essa é uma excelente vantagem, principalmente para quem tem um grande volume de operações diárias e acaba tendo dificuldades de controlar todas elas.

Essas são apenas algumas das vantagens de implantar esse sistema no seu negócio. Tenha em mente que ele será vantajoso não só para você, mas para os seus clientes que terão mais opções de pagamento.

Hoje o TEF se tornou praticamente indispensável para empreendedores que querem ter o controle financeiro do seu negócio. Implantando ele com um sistema de gestão, você verá que será mais fácil lidar com as finanças do empreendimento.

Entre em contato com a Lexos e veja como implantar um programa de gestão no seu negócio.

Artigos que você pode se interessar