A sua empresa dispõem de um departamento de finanças empresariais? Apesar de ser um conceito ainda em descoberta no mundo administrativo, ele está de certa forma presente no dia-a-dia dos que possuem o seu próprio negócio.

Conheça mais sobre esta ideia e como ela pode ser uma ferramenta útil para que você possa controlar e aproveitar os seus recursos financeiros da melhor maneira possível.

Veja também:

 

O que são finanças empresariais?

 

O conceito de finanças empresariais abrange todos os processos que visam decidir a destinação do dinheiro da empresa. Ao aplicá-la em seu negócio, o administrador buscará a otimização de seus investimentos, fazendo com que o empreendimento consiga aumentar cada vez mais a sua rentabilidade.

Esta ferramenta age através de três frentes:

  • Primeira: Como o seu capital deve ser distribuído dentro da empresa. A fim de conseguir mantê-la funcionando, além de identificar onde pode reduzir os seus gastos e aumentar o seu lucro;
  • Segunda: Como ela conseguirá o seu capital. Seja através de produção de mercadorias, prestação de serviços, empréstimos bancários, investimentos em empresas menores, etc e
  • Terceira: Qual é o destino que os lucros obtidos devem tomar, visando aumentar ainda mais o patrimônio da empresa e fazer crescer o valor de suas ações.

E a partir do momento que uma empresa passa a planejar o uso de suas finanças, a procurar aumentar os seus lucros e investir em suas estruturas, o seu valor de mercado irá aumentar. Desta maneira, o empreendimento caminhará para um maior reconhecimento no mundo dos investimentos.

 

Quem deve aprender sobre este conceito?

 

Como qualquer empresa ou organização depende de recursos financeiros para funcionar, seja ela pública; privada ou organização não governamental.

Por isso, o conceito de finanças empresariais pode ser aprendido e aplicado em todo tipo de negócio, independente também de seu porte.

 

Como o departamento de finanças empresariais atua em uma empresa?

 

Partindo do fluxograma das empresas, que apresenta todos os departamentos que possibilitam o funcionamento do empreendimento, o setor de finanças empresariais acaba assumindo uma função central. Esta repartição possui a função de supervisar a utilização do dinheiro.

Desta forma, todas as atividades que reúnam recursos econômicos – que são praticamente todas as realizadas na empresa, mas com certeza envolve as principais- devem passar pelo crivo dos responsáveis por seu setor.

A linha de frente desta repartição é realizar a otimização da produção e venda dos produtos ou serviços que a empresa oferece aos seus consumidores.

 

Os níveis de decisão

 

Detalhadamente, vamos entender que as finanças empresariais têm poder de definir o que será feito com o capital da empresa em, principalmente, três linhas:

  • Decisão de Investimento: Em que e como o negócio irá fazer a distribuição de seu capital;
  • Decisão de Financiamento: quais são os agentes que serão procurados para prover o capital da empresa e
  • Decisão sobre os Dividendos: como os lucros obtidos serão distribuídos aos investidores ou investidos em melhoras do próprio negócio.

Nos últimos anos, as empresas têm se aproveitado muito de softwares que conseguem organizar os dados financeiros, gerar relatórios. E contribuir para que as decisões sejam tomadas de forma mais rápida e eficiente.

 

As finanças empresariais e o mundo das ações

 

Para entender como as finanças empresariais impactam no valor de seu negócio, vamos entender como o mundo das ações funciona e o processo pelo qual a sua empresa deve inserir neste âmbito.

Primeiramente, vamos tratar dos chamados investimentos ativos. Eles são aqueles que a empresa faz, seja a curto prazo (conhecidos na linguagem contábil como ativos circulares), como os que são feitos a longo prazo (classificados como ativos fixos).

Detalhe importante!!!

Os investimentos a longo prazo ou os investimentos que o empreendedor ainda planeja investir entram nas contas. Apesar de parecer algo estranho, é preciso lembrar que o mundo das ações esta pautado pelas negociações e especulações. Fazendo com que os próximos passos também sejam relevantes para a valorização de uma empresa.

O financiamento destes investimentos provém de investidores ou de instituições financeiras. Como uma forma de atraí-los e de possibilitar um retorno do capital investido, o empreendimento poderá apresentar uma reivindicação residual do que a empresa consegue com o seu próprio capital.

A empresa pode ainda oferecer como vantagem, o pagamento de juros sobre o fluxo de caixa (entrada e saída de capital) gerado por seus investimentos.

Quando os responsáveis por um empreendimento decidem aplicar os conhecimentos e métodos das finanças empresariais, eles possibilitam que a empresa possa utilizar este capital investido com mais consciência. O que na maioria das vezes trará bons resultados em curto prazo para o seu caixa.

Seja cauteloso e construa uma imagem positiva no seu mercado de atuação

Ao mostrar-se cautelosa e competente no investimento do capital recebido, uma empresa constrói uma imagem positiva em seu mercado de atuação. O que fará com que as suas ações aumentem de preço. E que mais investidores queiram depositar dinheiro e confiança em sua atuação.

Outro ponto que não deve ser esquecido é o fato de que vivemos em um mundo globalizado. O que exige que os cuidados com o mercado e os investimentos a serem feitos sejam pensados. E analisados com vistas ao contexto internacional.

Se a empresa ainda possui algum tipo de interesse em expandir seus negócios através das fronteiras nacionais. É imprescindível ficar de olho em tratados comerciais e legislações internacionais, bem como dos países em que deseja atuar. Assim como também é preciso estar atento para questões de tributação e taxa de câmbio.

Conclusão

Após fazer a leitura deste artigo, você já sabe que o conceito de finanças empresariais é importante para qualquer tipo de negócio. Pois ao lidar com as questões econômicas, tem a administração da empresa em suas mãos.

Aplicá-lo no gerenciamento de seu empreendimento, possibilita que você faça um melhor uso de seu capital. Além disso, você também saberá para onde ele está indo, identificará e reduzirá as despesas para aumentar a sua receita.

Assim, naturalmente o seu negócio será colocado na rota do sucesso. E você o verá ser valorizado no mundo das ações. Aposte nas finanças empresariais e veja a sua empresa ser a diferença no mercado!

Artigos que você pode se interessar