É normal achar que você conhece tão bem seu negócio a ponto de comprar os produtos somente na base do “feeling” e alguns relatórios básicos de vendas.  Acredite: muitos empreendedores pensam assim, mas, ao analisar um relatório de curva ABC, você pode se surpreender com produtos que passam despercebidos e não têm a atenção necessária. Neste artigo, irei explicar como o relatório Curva ABC pode ajudar o administrador nas tomadas de decisões para uma boa gestão e controle de estoque.

Curva ABC é o método de categorização do estoque. A partir dela, você conseguirá identificar o percentual de vendas de cada produto em um determinado período, de forma categorizada.

No final das contas, o objetivo é otimizar e investir somente o necessário em estoque, sem excesso ou falta do produto.  Isso influenciará diretamente na diminuição de avaria, em maior giro de mercadoria e no fluxo de caixa.

Entendendo a curva ABC

Classe A: maior importância, com 20% dos produtos responsáveis por 80% das vendas;

Classe B: média importância, com 30% dos produtos responsáveis por 15% das vendas;

Classe C: menor importância, com 50% dos produtos responsáveis por 5% das vendas.

Ok, mas o que fazer com esta análise?

A análise desse relatório é de extrema importância para evitar erros que coloquem em risco o desempenho comercial de sua empresa. Um exemplo negativo seria deixar faltar produtos de classificação A (responsáveis por 80% de suas vendas) e ao mesmo comprar em excesso produtos na categoria C. Com a análise, fica muito mais fácil conseguir estabelecer o estoque de segurança (também conhecido como estoque mínimo). Usando um bom sistema de gestão, você saberá quando um produto deve ser comprado ou não.

E as categorias B e C, devo tirar esses produtos do meu estoque ou não comprá-los?

Não! Esses produtos são importantes para aumento de sua oferta e ticket médio.  É com eles que muitas vezes você conseguirá fazer vendas agregadas e trazer mais clientes que possuem interesses e necessidades diferentes. Você precisa conhecê-los para ter o controle e gerenciamento de estoque. Apesar de representar um percentual menor, são responsáveis pela estabilidade de seu negócio.

E os produtos que não foram vendidos?

Apesar dessa categoria não estar no conceito da curva ABC, alguns sistemas ERP classificam esses produtos como categoria D. São aqueles que você possui no estoque, porém não foram vendidos no período analisado. É muito importante saber isso, porque são produtos que provavelmente não estão em exposição ou que em alguns casos possuem uma porcentagem de saída muito baixa.

Conclusão

Poderia deixar uma planilha com fórmulas e explicações sobre como elaborar esse relatório, mas a realidade é que em seu dia a dia ficaria inviável e improdutivo criá-lo todo mês.  O ideal é contar com um sistema ERP que possua essa ferramenta e você consiga acessá-la a qualquer momento, de forma rápida e simples.

Ainda tem dúvidas sobre o assunto ou experiências para compartilhar? Deixe seu comentário aqui no post e conte para nós.

Assine também nossa newsletter para receber conteúdos de gestão empresarial, empreendedorismo, contabilidade e muitas dicas para seu negócio.