A maioria das pessoas acreditam que não existe diferença entre gasto e despesa. Assim como também desconhecem a questão dos custos. Para elas, as três se tratam unicamente de prejuízo para o bolso.

Mas quando a pessoa entende que existe uma diferença entre esses termos, aparece um novo obstáculo: como distinguir cada um deles?

Para saber mais sobre o que significa gasto, despesa e custo, continue lendo esse post e descubra:

  • Qual a diferença entre gasto e despesa;
  • O que significa custo para uma empresa;
  • O que é um investimento;
  • Importância de saber a diferença desses termos;
  • Os benefícios de ter um controle do fluxo de caixa.

Confira!

Qual é a diferença entre gasto e despesa?

diferença entre gasto e despesa

Os gastos podem ser definidos como dispêndio, sem que haja até então qualquer relação com investimento para uma empresa. Um gasto pode ser utilizado para a aquisição de bens, como meios de transporte, maquinário, ou mesmo a aquisição de serviços.

Futuramente, um gasto pode se tornar um investimento, e como esperado, ele pode se tornar uma despesa para a empresa.

Gasto também pode ser definido com a soma de valores utilizados para adquirir ou produzir um serviço ou produto que posteriormente estará em condições de ser comercializado.

Os gastos também são necessários quando ocorre qualquer imprevisibilidade na empresa. Ou seja, que faça com que ela necessite usar aquele valor que não era planejado para determinado produto ou serviço. Claro que de certo modo ela poderá recuperar esse valor diluindo no preço final do produto, mas ainda assim, um gasto é sempre prejudicial para uma empresa.

Já as despesas são recursos utilizados a fim de manter a empresa em funcionamento. A despesa não está diretamente ligada ao produto ou serviço oferecido pela empresa. Ela está ligada à infraestrutura e gastos visando obtenção de lucro. Aluguel, salário de funcionários, investimentos em marketing, comissões e afins são despesas necessárias para o funcionamento e crescimento de uma empresa.

De certo modo, tanto custos como despesas e investimentos podem ser classificados como gasto. Mas isso só até que sejam classificados. Entretanto, um gasto nunca traz um retorno positivo para a empresa quando é necessário de forma não planejada. Por isso, a empresa precisa criar estratégias para cobrir este problema.

É extremamente importante que uma empresa mantenha um excelente controle do fluxo de caixa para saber exatamente o que está sendo utilizado como gasto e despesa.

Basicamente, essa é a diferença entre gasto e despesa. Mas e custo, o que significa?

O que significa custo para uma empresa?

O custo é um valor financeiro aplicado diretamente na produção de mercadorias ou serviços. Todos os recursos utilizados pela empresa com essa finalidade são custos. Por exemplo, a aquisição de matéria-prima, manutenção de maquinário, recursos utilizados na produção como energia elétrica. Despesas com mão de obra também entram na categoria.

Para que uma empresa não corra riscos de transformar um custo em gastos desnecessários, é importante manter um controle de estoque eficiente.

O custo é então definido como todo capital aplicado nos setores que estão diretamente ligados à atividade principal de uma empresa. Como o custo está diretamente ligado à produção, ele se torna diretamente proporcional à capacidade de produção de uma empresa.

Os custos podem estar diretamente ou indiretamente ligados aos produtos ou serviços em questão. A matéria-prima utilizada, por exemplo, está diretamente ligada enquanto a manutenção do maquinário está indiretamente ligada.

É importante frisar que até o momento de produção ou aquisição de um produto ou serviço, um custo é tratado como gasto. A partir do momento em que ele estiver adequado para a venda, passa a se tornar um custo.

É avaliando os custos indiretos e diretos que uma empresa pode precificar corretamente seus produtos e serviços.

Bem, agora que você entendeu melhor a diferença entre gasto e despesa e no que eles diferem do custo, é preciso saber o que é um investimento.

O que é um investimento?

diferença entre gasto e despesa

O investimento é todo o capital que uma empresa usa para aumentar a produtividade e consequentemente o próprio lucro.

Quando uma empresa investe um capital no próprio crescimento, inicialmente esse investimento pode ser tratado como custo até que ele comece a gerar lucros. Em geral eles são altos, e o tempo de retorno para que os lucros comecem a aparecer podem variar muito de acordo com o segmento e o valor inicial investido.

O investimento não pode ser feito de qualquer modo. Ele precisa de estudo e planejamento. Caso contrário, o objetivo inicial que era gerar maior produção e lucro acaba sendo substituído por um gasto desnecessário, que dependendo da quantia pode ser crucial para a empresa.

Por isso há uma diferença entre investir e especular. O investidor é aquele que estudou o mercado e planejou as melhores opções para se fazer um investimento.

O especulador investe em algo incerto, algo que ele não tem certeza se poderá trazer lucros em médio e longo prazo. Por esse motivo um especulador está mais adaptado a riscos grandes. Já um investidor  planeja e analisa todos os possíveis riscos. Só então ele faz o investimento correto.

Contudo, vale ressaltar que todo tipo de investimento possui riscos! Porém, eles possuem diferentes graus e o estudo, preparo e planejamento ideais podem diminuir as chances de uma empresa arcar com altos riscos e prejuízos.

Qual a importância de saber a diferença entre esses itens?

Saber a diferença entre gasto e despesa é fundamental para a saúde do seu negócio, pois, são esses fatores que fazem toda a diferença no controle financeiro da empresa.

Empreendedores que não sabem diferenciar, investimento, custo, despesa e gasto, tendem a fazer cálculos incorretos, e não ter um quadro real sobre a lucratividade da sua empresa. Além disso, isso também pode acarretar até mesmo em problemas legais, uma vez que tributos e encargos podem ser esquecidos.

Quando você conhece esses itens, e sabe exatamente o peso de cada um deles no fluxo de caixa, fica mais fácil controlar a sua renda, e saber se o seu negócio está tendo rentabilidade.

Esse tipo de controle é indispensável para qualquer empresa, independentemente do porte ou segmento. É através dele que você conseguirá avaliar quanto o seu negócio está tendo de despesas, custos e gastos, bem como os investimentos necessário.

Por meio dessa análise, fica mais fácil verificar o desempenho do seu empreendimento, e até mesmo buscar meios de melhorá-lo.

Os benefícios de ter um controle de fluxo de caixa

diferença entre gasto e despesa

Tão importante quanto saber a diferença entre custo, gasto, despesa e investimento, é manter um controle do fluxo de caixa. Com ele, você contará com uma série de benefícios, tais como:

Saiba exatamente quais são as suas contas

Com o fluxo de caixa, você consegue controlar as suas contas de maneira eficaz, sabendo exatamente quais são os gastos, as despesas e os custos do seu negócio. Dessa forma, é possível ter mais controle sobre o que entra e também o que sai em termos de valores da empresa.

Auxilia na tomada de decisões

Através de um bom fluxo de caixa, também é possível ter auxílio na tomada de decisões. O empreendedor pode utilizar os indicadores apontados por ele, para decidir as ações que serão colocadas em prática no futuro da empresa.

Agilize a contabilidade do seu empreendimento

Muitos processos financeiros acabam demorando demais por conta de uma falta de controle de entradas e saídas, principalmente quando existem vários setores em uma empresa.

Por meio do fluxo do caixa, você conseguirá agilizar esses processos, melhorando a sua contabilidade. Com esse tipo de controle, é possível por exemplo, evitar que gastos sejam registrados com duplicidade. E acabem atrapalhando todas as demais contas do empreendimento.

Esses dados também são importantes na hora de prestar contar sobre os gastos tributário. Para evitar problemas com impostos, você deve justamente controlar suas entradas e saídas.

Planejamento financeiro com base em dados concretos

É comum que empreendedores queiram se planejar financeiramente, mas, tem dificuldades pois não tem números para se basear. Com o controle do fluxo de caixa, fica mais fácil planejar as ações financeiras da sua empresa.

Através dele, é possível integrar todos os números gerados pelo seu negócio, e centralizá-los em um único local. Dessa forma, sempre que você desejar se planejar financeiramente, basta consultar essa base de dados para criar estratégias realmente efetivas.

Assim, você estimula o desempenho e crescimento do seu empreendimento. Então, além de conhecer a diferença entre gasto e despesa, assim como a definição de custo, não deixe de fazer o controle de fluxo de caixa.

Esperamos que você tenha compreendido a diferença entre gasto e despesa, bem como de custos e investimentos para uma empresa. Se você quiser mais informações sobre como a automação comercial pode ajudar você, acesse a Lexos e confira nossos serviços!

Artigos que você pode se interessar