A cadeia de suprimentos é um modelo de gestão que controla tudo dentro de uma empresa. Ocorre desde o armazenamento de um insumo até o envio do produto final para o cliente.

Uma boa gestão garante que o cliente se sinta 100% satisfeito com a empresa. Contanto, claro, que receba um produto de qualidade em mãos dentro do prazo estipulado.

Hoje, falaremos um pouco sobre o que significa cadeia de suprimentos, como fazer uma boa gestão bem como os benefícios que ela pode gerar para a sua empresa. Acompanhe!

Como uma cadeia de suprimentos pode ser definida?

Uma cadeia de suprimentos pode ser definida como todo o processo que envolve desde a aquisição de insumos até a venda do produto final.

Ou seja, ela envolve etapas como:

• Aquisição de matéria-prima;
• Armazenamento;
• Transformação em produto final;
• Transporte interno e externo;
• Distribuição para os clientes;

Mas não somente uma empresa é responsável pela cadeia de suprimentos. Todos os envolvidos estão ligados de uma maneira. Podemos considerar nesse caso todos os fornecedores e consumidores da empresa. E, claro, os próprios clientes.

O objetivo em criar um planejamento de gestão para uma cadeia de suprimentos é simples. Ele visa organizar e integrar todos os segmentos de uma empresa a fim de alcançar todos os objetivos estabelecidos.

O principal objetivo é criar um modelo organizado e barato para a empresa. Utilizar um software de automação empresarial é primordial para melhorar a organização e reduzir custos.

Como criar uma gestão eficiente?

Para criar um planejamento de gestão eficiente, é preciso saber com o que a empresa vai lidar. É importante, desse modo, saber quais são todas as etapas de uma cadeia de suprimentos.

Para resumir em tópicos, vamos colocar abaixo quais são os principais passos para se fazer uma boa gestão:

• Encontrar fornecedores de qualidade e de confiança para a matéria-prima necessária;
• Fabricar o produto final;
• Entender quais são as tendências dos clientes. Como encontrar um equilíbrio entre a quantidade de produto a ser produzida e a demanda real;
• Como armazenar em estoques os produtos;
• Estratégias para entregar os produtos com eficiência;
• Ouvir o que os clientes têm a dizer. Criar sistemas eficientes de feedback e focar naquilo em que os clientes não estão satisfeitos a fim de melhorar os serviços prestados;

Por isso, utilizar um software pode ser essencial para reduzir os custos e o tempo utilizados pela empresa. É possível, por exemplo, estar sempre em contato com os fornecedores. Isso pode garantir que nunca falte matéria-prima necessária para a produção.

É possível também criar métodos para otimizar o estoque, diminuindo a quantidade de produtos. Claro que isso deve ser feito de modo que não coloque a empresa em risco. Quanto menor for o estoque, mais economias a empresa pode gerar.

Em resumo, podemos dizer que uma cadeia de suprimentos está atrelada a quatro pilares básicos:

• Qualidade;
• Pontualidade;
• Eficiência de produtividade;
• Preço dos produtos;

Quais são os problemas que uma empresa pode enfrentar na hora

de criar um gerenciamento para a cadeia de suprimentos?

Antigamente, um dos maiores riscos para as empresas era deixar que faltasse matéria-prima. Porém, hoje em dia, pode-se dizer que a cadeia de suprimentos passou por um novo molde.

Hoje, os pilares que sustentam uma cadeia de suprimentos baseiam-se em:

• Colaboração de empresas parceiras;
• Riscos que a empresa pode correr;
• Sustentabilidade;

As empresas hoje em dia precisam verificar muito bem que serão as corporações parceiras. A preocupação antigamente, como dito, era a falta de insumos. Hoje, clientes têm outras prioridades. Uma empresa que faça uso de mão de obra escrava, por exemplo, é mal vista por todos. Nenhum cliente aceita esse tipo de produto. Por isso, as empresas precisam reavaliar métricas a fim de selecionar parceiros que não ofereçam riscos para seus negócios.

Atualmente, as corporações precisam também dar uma atenção especial à inclusão social. Muitas empresas sofrem certa pressão por parte dos clientes e da própria sociedade. A contratação de grupos de minorias é essencial para que uma empresa crie uma relação duradoura e sólida com os clientes.

Analise bem o seu concorrente

Se você não estiver gerenciando corretamente a sua cadeia de suprimentos, pode ter certeza de que o concorrente estará. Faça tudo o que estiver ao seu alcance para satisfazer sua clientela.

Fazer uma boa gestão da cadeia de suprimentos pode ser um diferencial para a sua empresa. Uma corporação que não tem uma boa gestão acaba por criar falhas na produtividade interna. Uma gestão eficiente da cadeia de suprimentos não garante vantagens somente para a empresa. Todos os envolvidos, como fornecedores, transportadores e clientes serão beneficiados.

Alguns processos podem ser mais complicados do que outros. Fazer tudo manualmente pode dar trabalho. Por isso, além do uso de um software de automação, utilizar um sistema de gestão empresarial também pode colaborar para um bom funcionamento da empresa.

O primeiro passo para não criar gargalos na produção é fazer um bom planejamento de todas as etapas envolvidas. Uma vez que todas as etapas são colocadas em um mapa, fica fácil identificar os pontos que precisam ser melhorados.

Fazer uma comparação entre um sistema eficiente de um concorrente e o seu próprio pode ser eficaz para identificar falhas internas. Ou, em outro caso, identificar os pontos em que o concorrente peca. Desse modo, você consegue lidar com essa situação de maneira mais fácil.

Se você gostou de saber mais sobre a cadeia de suprimentos, deixe o seu comentário abaixo contando como esse processo funciona na sua empresa. E não se esqueça de assinar nossa Newsletter. Desse modo você estará sempre atualizado com o nosso conteúdo!

Fontes:

https://www.terra.com.br/noticias/dino/na-cadeia-de-suprimentos-politicas-de-risco-compliance-e-diversidade-ganham-destaque-reporta-o-advogado-fagali,28a84fb23cbbfbc6037aff6af53a048ffxo741l3.html

https://sisacad.educacao.pe.gov.br/bibliotecavirtual/bibliotecavirtual/texto/CadernodeTc.emLogsticaCadeiadeSuprimentosRDDI.pdf

Artigos que você pode se interessar