Você sabe qual é o objetivo da sua empresa dentro do mercado? Mais do que isso, você tem ideia de quais são os pontos fortes e fracos do seu empreendimento, e como criar metas para aperfeiçoar cada um deles? Se a resposta for não, então está mais do que na hora de você se familiarizar com a chamada Análise SWOT.

Essa é uma ferramenta de gestão bastante utilizada por empreendedores e que pode ser facilmente adaptada para empresas de diferentes portes e segmentos. Inclusive, esse método é utilizado para desenvolver o crescimento pessoal de cada colaborador.

Continue lendo esse post e descubra:

  • O que é análise Swot;
  • Como aplicar essa ferramenta administrativa;
  • Como usar na prática a análise Swot;
  • Cuidados que se deve tomar ao aplicar a Análise Swot.

Confira!

 

O que é Análise SWOT?

A Análise SWOT, também conhecida como Matriz FOFA, é uma ferramenta de gestão que tem como objetivo avaliar quais são os fatores internos e externos que estão ajudando ou prejudicando o seu empreendimento. Ou seja, os pontos fortes de uma empresa e também aqueles que devem ser melhorados.

A sigla SWOT, que representa basicamente todo o fundamento de atuação dessa ferramenta, significa Strengths (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças).

O método SWOT, além de auxiliar o gestor na identificação dos pontos fortes e fracos do seu negócio, ele também oferece uma série de outras vantagens, tais como:

  • Pode ser aplicado em diferentes empresas

Uma das vantagens da Análise SWOT é que ela pode ser aplicada em empresas de diferentes segmentos. Ela é usada tanto por grandes multinacionais, como por micro empreendedores que estão começando no mercado.

  • Facilidade de aplicação

Fazer a análise SWOT de uma empresa não é um processo extremamente complexo que exige recursos tecnológicos de ponta. Essa metodologia tem uma aplicabilidade simples e versátil. Qualquer gestor pode aplicar esse método, mesmo nunca tendo usado nenhuma técnica de avaliação gerencial anteriormente.

  • Também é útil para desenvolvimento profissional

Apesar da matriz SWOT ser mais aplicada dentro de empresas, para verificar como ela está dentro do mercado, ela também pode ser usada para o desenvolvimento profissional dos colaboradores. Isso porque, ela permite que eles identifiquem quais são seus pontos fortes e fracos.

  • Auxilia na toma de decisões

Outra vantagem da análise de SWOT é que ela irá te auxiliar a tomar decisões mais facilmente, uma vez que te mostrará exatamente quais são suas necessidades e desafios, sejam eles internos ou externos.

Agora que já sabe o que é a Análise SWOT, vamos lhe ensinar como fazer uma e dar exemplos de matrizes do gênero para que você possa aplicar essa metodologia dentro do seu negócio sem qualquer problema.

Como usar Análise SWOT?

A análise SWOT é bem simples de ser executada. Basicamente, você precisará criar um quadro identificando as forças, oportunidades, fraquezas, ameaças. Abaixo você confere abaixo um exemplo de modelo de análise SWOT pronta, onde você só precisa acrescentar os dados do seu empreendimento.

análise swot

Se preferir, também é possível construir essa matriz do zero dentro de programas como Word e Excel, ou até mesmo criar a matriz manualmente. Agora, vamos explicar o que são cada um dos itens que você precisa colocar e analisar dentro SWOT análise:

  • Strengths (forças)

Nesse espaço da sua análise SWOT você deverá apontar em quais pontos a sua empresa se destaca. Ou seja, você deve indicar o que a faz única e melhor do que os seus concorrentes.

Mas, tenha cuidado! Os empreendedores geralmente tem uma visão mais otimista de seus negócios. Às vezes você pode colocar um item que não é realmente um ponto forte do seu empreendimento, mas se trata apenas de uma opinião própria ou puro achismo.

Para ter certeza sobre as informações que você está inserindo nesse espaço, o ideal é falar com pessoas que conhecem o seu negócio assim como, por exemplo, seus próprios colaboradores, gestores e líderes. Até mesmo o feedback dos seus clientes podem lhe ajudar nessa tarefa.

Ao contrário do que muitos empreendedores pensam, não é tão fácil assim elencar o que de único e exclusivo as empresas oferecem. Por isso, faça algumas perguntas a si mesmo, tais como:

  • Quais são minhas melhores operações?
  • Qual o nível de satisfação dos meus clientes?
  • Quais são os produtos/serviços mais vendidos?
  • O que minha empresa oferece de diferente dos concorrentes?

Fazendo esse tipo de questionamento a si mesmo, será mais fácil elencar quais são as suas Forças:

  • Weaknesses (fraquezas)

Nem tudo são flores dentro do mercado corporativo, e todo empreendedor sabe que assim como ele tem pontos fortes, ele também apresenta fraquezas. Quem diz que a empresa é blindada, que não tem qualquer ponto fraco está mentindo ou pior, se iludindo.

Listar o que a sua empresa deixa a desejar não é uma tarefa fácil. Afinal, todo mundo tem certa dificuldade de reconhecer aquilo que precisa melhorar. No entanto essa é uma etapa importante da Análise SWOT que deve ser aplicada no planejamento da sua empresa.

É através do reconhecimento dos pontos fracos que você poderá criar ações para melhorá-los. Quanto mais detalhada sua lista de pontos a serem melhorados for, mais fácil será elaborar um plano de ação realmente eficaz.

Nesse espaço você deve listar tudo aquilo que te faz vender menos ou ser menos lucrativo. Desde a existência de maquinários obsoletos, até a falta de capacitação dos colaboradores, medo de expandir o seu negócio.

Assim como você fez com as Forças, uma boa dica para elencar suas Fraquezas é falar com líderes, gestores e colaboradores. Os feedbacks dos clientes também podem ser usados como base.

  • Opportunities (oportunidades)

Muitos empreendedores acreditam que as Oportunidades só se resumem a lugares e eventos onde seu negócio terá mais chance de obter bons resultados. No entanto, esse tópico representa todas as características e pontos que influenciam o seu empreendimento de forma positiva.

Por exemplo,  a criação de ferramentas de vendas em redes sociais pode ser uma oportunidade para quem trabalha com e-commerce. Você precisa identificar tudo aquilo que pode te ajudar de alguma maneira. A queda do valor da matéria-prima, o lançamento de uma máquina mais econômica, tecnologias de geração de energia e etc.

Para identificar esses pontos, é necessária muita pesquisa. Isso porque eles podem ser de representados de diferentes maneiras. Se você trabalha com uma imobiliária, por exemplo, o aumento do crédito para financiamentos habitacionais é uma excelente oportunidade para o seu negócio.

Já se você atua com a venda de games em uma loja especializada, a redução dos impostos cobrados para a importação desses produtos também é um ponto que irá ajudar o seu negócio.

Então, trate de pesquisar muito!

  • Threats (ameaças)

Assim como existem coisas que podem ajudar o seu empreendimento, existem eventos que podem prejudica-lo. As ameaças são todos os problemas que o seu negócio está enfrentando, ou pode vir a enfrentar.

Veja o que os seus concorrentes podem fazer para atrapalhar as suas vendas como, por exemplo, lançar produtos a preços menores. Também fique de olho nas questões políticas, econômicas e tecnológicas que podem atrapalhar o seu empreendimento.

O aumento do custo da energia elétrica, por exemplo, pode ser uma ameaça a lucratividade do seu negócio. A greve dos caminhoneiros, que afetou o Brasil inteiro recentemente, também pode ser considerada uma ameaça para todos os empreendedores.

Tendo em mente o que é cada ponto da Análise SWOT, é preciso entender como é feita a divisão entre, pontos fortes e fracos, bem como fatores internos e externos. São essas categorias que farão você compreender de que maneira utilizar as informações levantadas com essa ferramenta para criar um plano de ação eficaz para o seu negócio.

  • Fatores internos

Os fatores internos representam tudo aquilo no qual você tem controle. Dentro dessa categoria se enquadram as Fraquezas e Forças, que são todos as características as quais você pode mudar de alguma maneira no seu empreendimento.

  • Fatores externos

Os fatores externos, por sua vez, são todas as coisas que você não pode controlar, que são modificadas ou geradas por geradores externos à empresa. Dentro dessa categoria se enquadram as Oportunidades e Ameaças.

  • Pontos fortes

Os pontos fortes são todas as características que destacam a sua empresa dentro do mercado, ou os elementos que podem fazer o seu empreendimento prosperar. Nesse sentido você deve avaliar as Forças e Oportunidades.

  • Pontos Fracos

Os pontos fracos é o que te prejudica de alguma forma, e que precisa ser modificado para que você possa melhorar o desempenho do seu empreendimento. Dentro desse sentido você precisará ficar de olho nas Fraquezas e Ameaças.

Viu como fazer uma análise SWOT não é difícil? Sabendo exatamente no que consiste cada espaço dessa matriz, fica bem fácil levantar os dados necessários para criar o seu esquema.

Exemplo de uso da Análise SWOT

Para lhe ajudar a entender melhor essa metodologia, criamos uma análise SWOT exemplo de uma empresa fictícia. Assim, ficará mais fácil compreender como os dados precisam ser organizados, e de que forma utilizá-los para criar um plano de ação.

No exemplo de análise SWOT abaixo, usamos como exemplo uma empresa que trabalha com personalização de canecas. Ela está no mercado a pouco tempo, mas já quis aplicar a metodologia para criar um plano de estratégia.

análise swotConforme visto acima, a empresa, apesar de estar a pouco tempo no mercado, já tomou alguns cuidados para oferecer o melhor para o seu cliente, como ter uma transportadora particular para não depender dos correios.

Ela também trabalha com uma grande variedade de produtos, o que garante maiores opções de escolha para o cliente.

No entanto, mesmo tendo esses diferenciais, bem como presença nas redes sociais, a empresa não consegue oferecer um atendimento eficaz para os clientes. Eles não sabem direito quais os diferenciais do produto, formas de pagamento e como fazer os pedidos.

Além disso, recentemente as operadoras de pagamento online aumentaram as tarifas para pagamento parcelado.

Diante disso, o que fazer?

Com base nas informações do exemplo acima, é possível estabelecer algumas ações para a empresa:

  • Contratar uma empresa terceirizada para fazer a produção de conteúdos relevantes para as redes sociais;
  • Utilizar chat bots para responder questões mais comuns dos clientes, como valor dos produtos, horário de atendimento, prazo para entrega;
  • Criar campanhas para incentivar o pagamento à vista ou em uma única vez para reduzir o pagamento de tarifas de parcelamento;
  • Já que os concorrentes fazem promoções constantes, começar a trabalhar com campanhas de fidelização, que convidem os consumidores a fazer comprar recorrentes em troca de brindes ao invés de descontos;
  • Criar um site para a empresa, para não precisar mais depender de uma plataforma terceirizada, e não ter domínio próprio e ainda ter que pagar taxas por cada compra;
  • Aproveitar a queda no preço das canecas lisas para fazer uma super promoção e ampliar o alcance da loja.

Essas são apenas algumas das ações que podem ser feitas com base nas informações nesse exemplo de Análise SWOT. Como é possível ver acima, apenas cruzando alguns dados dos espaços, foi possível ter mais certeza das tomadas de decisões corretas.

Cuidados que deve tomar ao aplicar a Análise SWOT

Para lhe ajudar a fazer uma Análise SWOT que seja realmente eficaz, é necessário tomar alguns cuidados simples:

  • Peça para que terceiros revisem a sua matriz, até mesmo para verificar se você não acabou colocando alguma informação que não condiz com a realidade da sua empresa;
  • Não seja ingênuo de acreditar que a sua empresa é perfeita e não tem fraquezas e ameaças. Todos os empreendimentos tem seus pontos fracos. Até quem já é referência no mercado e possui anos de experiência apresenta pontos falhos. Então fique atento e seja realista quanto a isso;
  • Refaça a Análise SWOT constantemente para verificar se as ações criadas modificaram o quadro para melhor;
  • Use a Análise SWOT como uma ferramenta de guerra para estudar seus concorrentes e melhorar o seu empreendimento.

Usando as informações desse artigo, bem como essas dicas, você verá que será fácil fazer a sua Análise SWOT. Com ela, será possível melhorar o desempenho do seu negócio, o tornando mais competitivo dentro do mercado. E mais atraente para os clientes.

Artigos que você pode se interessar