A Amazon é uma varejista americana que chegou no Brasil no ano de 2012.

Em 2020, mesmo diante da pandemia mundial, ela faturou 386,1 bilhões de dólares. Por isso, se você é lojista, investir na Amazon marketplace é uma excelente estratégia para alavancar seu negócio.

Pensando nisso, fizemos um guia completo para você tirar todas as suas dúvidas e já começar hoje mesmo!

Amazon marketplace: o que é?

A Amazon começou suas operações no Brasil em 2012, porém comercializava apenas livros eletrônicos. Posteriormente, em 2014, passou a vender também livros físicos.

Seu grande crescimento em solo brasileiro não se deu faz muito tempo. Foi em 2017 que os negócios ampliaram e passaram a comercializar diversas categorias de produtos – desde eletrônicos, até mesmo brinquedos e vestuário. 

A empresa vem fazendo grande sucesso, sendo que seu e-commerce cresceu em mais de 35% de 2020 para 2021, de acordo com o relatório E-commerce no Brasil, da Conversion (2021). Uma das explicações é a rapidez na entrega e a inovação constante, pontos fortes da marca, que se tornou uma das mais valiosas do mundo. E claro, eles também possuem o marketplace Amazon!

E se você ainda não sabe o que é o Amazon marketplace, vamos te explicar: é uma plataforma para vendedores virtuais que também começou suas operações no país em 2017.

O interessante é que também é possível oferecer produtos de diversas categorias e ainda usufruir de toda estrutura online da marca, atraindo visibilidade de clientes do mundo todo.

Como funciona o Amazon marketplace?

Assim como outros marketplaces, existem diversos lojistas ofertando produtos em um mesmo local.

A vantagem é que a marca já tem uma grande notoriedade entre os clientes, que confiam na plataforma. Além disso, é possível traçar estratégias de divulgação e posicionamento em buscadores, de acordo com o objetivo do lojista.

Como anunciar no marketplace da Amazon?

Se você ficou interessado no assunto e quer saber como vender na Amazon Marketplace, vamos te ajudar!

Aliás, qualquer pessoa pode se tornar um vendedor na plataforma, desde que possua um CPF ou CNPJ válido, além de conta de e-mail e bancária e cartão de crédito ativo. 

Em primeiro lugar, caso você ainda não tenha, deve fazer um cadastro na Amazon marketplace:

  • Acesse o site da Amazon e clique em “Venda na Amazon”. 
  • Você deverá escolher um plano – Individual ou Profissional. O primeiro cobra uma taxa de R$ 2,00 a cada produto vendido. Já o segundo cobra uma mensalidade de R$ 19,90, com a opção de conta unificada, sendo possível publicar e vender produtos para outros países, como Estados Unidos, Canadá e México.
  • Para criar o cadastro, como já falamos, serão solicitadas algumas informações, como: nome da empresa e endereço; CPF ou CNPJ; Número de telefone ou celular; conta bancária, cartão de crédito ou débito do titular da conta.
  • Feito isso, está pronto! É só começar a montar sua loja!

Como cadastrar produtos no marketplace da Amazon?

Antes de começar a cadastrar os produtos, é importante observar a lista de produtos que requerem aprovação prévia, denominada de categoria de vendas. Inclusive, algumas categorias também aceitam a venda de produtos usados ou reformados. 

É possível encontrar essa informação no próprio site da Amazon.

A próxima etapa para cadastrar os produtos é acessar sua conta na Amazon Marketplace Seller Central, que é a Central do Vendedor da Amazon. 

Lá, é possível fazer o upload dos produtos, analisar as vendas, adicionar informações aos anúncios, realizar atualizações de estoque e gerenciar pagamentos.

Aprenda como cadastrar produtos no marketplace da Amazon:

  • No menu superior, clique em “Catálogo” -> “Adicionar produtos”. Esse processo serve para adicionar um produto por vez.
  • Use a ferramenta de busca para procurar por produtos similares ao item que será adicionado. Caso você não ache, clique em “Crie uma nova oferta”.
  • Adicione fotos, estoque, condição de pagamento, forma de envio e dê a maior quantidade possível de detalhes sobre o item, na aba de descrição.
  • Caso o produto não esteja presente na Amazon ainda, será necessário colocar o código ISBN ou UPC/EAN (código de barras) e o SKU (o nome que você dá ao produto para controle interno).
  • Se você deseja adicionar diversos produtos de uma vez, você pode usar o “modelos de arquivos de inventário”, mas essa opção é apenas para o plano profissional. Também é interessante gerenciar o estoque com hubs integradores.
  • As tarifas de frete devem ser definidas na aba “Configurações” -> “Configurações de envio”. O vendedor estipulará o modelo de envio, e as taxas de frete podem variar de acordo com a região de entrega e o serviço de entrega. 

Vale lembrar também que é obrigação do vendedor gerar e enviar Notas Fiscais Eletrônicas de todas as vendas realizadas.

Taxa Amazon marketplace

Além das taxas referente aos planos, a Amazon também cobra uma taxa fixa de comissão a cada venda, que varia entre 8% e 20%, dependendo da categoria do produto. Você pode acessar a tabela no site da Amazon. 

Para saber quanto será sua comissão no marketplace Amazon, vale fazer uma conta:

Plano de vendas Individual

Preço do item + taxas de envio pagas pelo cliente – comissão – tarifa de R$2,00 por item = total depositado na conta do lojista.

Plano de vendas Profissional

Preço do item + taxas de envio pagas pelo cliente – comissão – tarifa variável por venda de itens de mídia = total depositado na conta do lojista.

Amazon marketplace: acompanhando as vendas

Uma vez cadastrado os produtos, é só aguardar as vendas.

Para acompanhar essa etapa, acesse “Gerenciar pedidos”, também dentro da Seller Central. O lojista também é notificado no e-mail cadastrado a cada venda.

Realizada a venda, o lojista deve confirmar com a Amazon o prazo de envio (data, serviço de entrega e número de rastreamento).

Aliás, os vendedores podem escolher entregar por conta própria ou deixar essa parte com a Amazon, que fará a gestão de estoque, envio e atendimento ao cliente pós venda. Esse serviço é conhecido como FBA – Logística da Amazon.

Quando recebo o pagamento das vendas feitas na Amazon?

Os pagamentos das vendas realizadas são liberados após sete dias depois da data final de entrega, e podem ser realizados a cada 12 dias úteis.

Integração Amazon marketplace: conte com um Hub de Integração

Se você é lojista e deseja começar a vender não só no marketplace da Amazon, como também em outros marketplaces, saiba que contar com a ajuda de um Hub de Integração, como a Lexos, ajuda e muito a gerenciar seu negócio.

Os benefícios são muitos:

  • Controle de estoque;
  • Controle de vendas;
  • Controle de produtos;
  • Controle de pedidos e entregas;
  • Emissão de notas fiscais, dentre outros.

Entre em contato com a gente e automatize o seu negócio hoje mesmo!

Teste grátis por 7 dias

Artigos que você pode se interessar