A experiência de compra no Brasil e no mundo tem evoluído de diferentes formas, o que não é muito surpreendente, aliás, a tecnologia está cada vez mais recorrente na nossa vida pessoal e profissional. Logo, as empresas devem acompanhar essas inovações para se manterem atrativas no mercado.

Os avanços na tecnologia são facilitadores na comunicação com clientes, além de tornar as atividades mais produtivas e facilitadas no trabalho. O varejo, nos últimos 10 anos, tem a possibilidade de trazer para os seus negócios ferramentas inovadoras que otimizam os processos, melhoram o relacionamento com o cliente e tornam a experiência de venda mais lucrativa.

É fato que o perfil dos consumidores tem recebido diversas mudanças. Sabe-se que as compras para eles tornaram-se uma atividade social em que a satisfação pessoal é avaliada constantemente. Com isso, o uso de tecnologias no varejo é um grande investimento para oferecer uma compra prazerosa e que atenda às demandas dos clientes.

Por isso, preparei 7 tendências tecnológicas que vão impulsionar as vendas e garantir mais eficiência e agilidade no seu negócio. Confira e boa leitura!

1. Tecnologia Beacon

Essa é uma ferramenta essencial para o varejo, pois ela permite medir o fluxo de movimentação dos clientes por meio de dispositivos móveis e se conectar com os celulares a fim de oferecer promoções de interesse de cada consumidor.

Uma pesquisa apontou que 97% das empresas varejistas consideram as tecnologias móveis importantes para a produtividade. Isso acontece porque as pessoas estão conectadas o tempo todo nesse mundo contemporâneo que vivemos.

Portanto, os varejos precisam aproveitar essas novas tendências que permitem conhecer o cliente e saber quais são as suas reais necessidades. Sem contar que com a tecnologia Beacon as estratégias de marketing são facilitadas devido à possibilidade de saber como as pessoas se movimentam. Desse modo, é mais fácil decidir os locais em que as campanhas serão colocadas na loja.

2. Realidade virtual e aumentada

Sabe-se que estas não são novidades tecnológicas no mercado, certo? Os códigos QR e os simuladores de voos, por exemplo, já estão envolvidos nesse tipo de tecnologia. A novidade no uso delas é que agora passam a ser estratégias de mercado, haja vista que antes eram utilizadas apenas em situações específicas.

Com a realidade virtual e aumentada as compras passam a ser mais personalizadas e envolventes. A Topshop, marca de moda do Reino Unido, utiliza a realidade virtual para levar os clientes a um desfile de moda por meio de um aparelho, por exemplo. Mas, como é realizada essa experiência?

A realidade virtual acontece quando um software cria um ambiente que é projetado para substituir o mundo real, enquanto a aumentada sobrepõe a realidade por meio de uma imagem gerada pelo computador.

Sendo assim, as duas trabalham juntas para oferecer uma experiência de compra diferenciada aos clientes. Já imaginou poder simular provas de roupas ou testar produtos antes mesmo de comprá-lo ou visitar uma loja física? Com essas inovações, ideias que parecem de filmes podem se tornar realidade no varejo.

3. Internet das Coisas

Essa é uma das maiores inovações tecnológicas recentes. Com a Internet das Coisas (IoT, para Internet of Thing, em inglês), assim como as pessoas, os objetos passam a se conectar à internet. Então, televisões, geladeiras, carros passam a criar uma identidade na rede e transmitir inúmeras informações.

Melhorias significativas na experiência de compra são provocadas pela Internet das Coisas. Diversas estratégias são beneficiadas por essa tecnologia, como a entrada personalizada do cliente na loja e as ofertas para o cliente certo, no momento certo e por meio do melhor canal.

Ações como estas acabam facilitando a descoberta dos dados de uma pessoa a fim de saber se o cliente está na loja e até prever o seu comportamento, o que colabora para um planejamento estratégico de organização.

4. Integração de plataformas

É fato que hoje em dia as pessoas se interagem mais por meio de celulares, computadores, videogames, TVs e tablets. Sendo assim, para que o varejo torne a comunicação mais facilitada e eficiente, será preciso integrar-se a essas plataformas.

Desse modo, aliar apps, redes sociais e e-commerce é uma grande oportunidade para fidelizar e conquistar novos clientes. Hoje, para ter sucesso nas vendas o proprietário de uma loja precisa acompanhar a realidade dos consumidores. Portanto, aproveitar essas plataformas que fazem parte do dia a dia do cliente é a melhor forma de aumentar a visibilidade do seu negócio.

5. Sistema de gestão online

O maior desejo da maioria dos varejistas e dos consumidores é um atendimento rápido e cada vez mais tecnológico. Por isso, a melhor maneira de garantir um bom atendimento e de automatizar diversas operações na loja é utilizar um bom sistema de gestão online.

Conheça algumas vantagens que o sistema de gestão pode oferecer para sua loja:

  • melhoria no planejamento futuro;
  • soluções personalizadas e customizadas;
  • emissão de relatórios importantes para a tomada de decisão;
  • desperdícios e prejuízos são evitados;
  • controle de estoque eficiente.

A Lexos oferece um sistema de gestão muito eficiente para lojas. Com esse sistema, será realizada uma implementação estruturada para auxiliar nas tomadas de decisões que ajudará a loja a garantir sucesso nas vendas.

6. Big Data

Uma quantidade significativa de e-mails, relatórios de vendas, demonstrativos de resultados e muitos outros dados são produzidos nos negócios. Não é diferente no varejo. Portanto, para usufruir dessas informações que facilitam conhecer melhor o cliente, a melhor opção é usar as soluções em Big Data. Elas vão otimizar e calcular os dados para compreender o marketing e o comportamento de cada cliente, já que fazer tudo à mão seria quase impossível.

Com a Big Data é possível controlar o tempo médio de permanência de cada produto no estoque, além de saber quais foram as perdas financeiras. Desse modo, é importante que o varejo invista nesse tipo de inovação para obter informações e soluções em questão de minutos, podendo acessá-las a qualquer hora.

7. Mobile

O celular faz parte da vida da maioria das pessoas hoje em dia. No varejo é cada vez mais recorrente a compra online, que é realizada por esses dispositivos móveis. No Brasil, por exemplo, em uma pesquisa da PayPal e do Instituto de Pesquisa Ipsos, 34% dos participantes afirmaram ter feito o pagamento de uma compra com o celular ou tablet nos últimos 12 meses. Enquanto a média verificada em outros 22 países ficou em 33%. Os dados mostram que o Brasil está à frente da média mundial nas compras online.

O uso dessas tecnologias pode ser um diferencial para a loja. O setor varejista está cada dia mais competitivo e isso mostra a importância e a necessidade de inovar. Com essas inovações, além de reduzir custos, os varejistas serão beneficiados com a melhoria das vendas.

Aconselho a incluir o uso de tecnologias no varejo, pois serão benéficas para alcançar resultados concretos no negócio. De fato, o varejo só tem a ganhar com as inovações tecnológicas, portanto, faz-se necessário manter uma atenção especial às novidades para estar sempre à frente da concorrência.

Você gostou do post sobre tecnologias para o varejo? Então continue com a visita em nosso blog, leia agora mesmo o texto “Indicadores De Desempenho: Como Ter Uma Gestão Eficaz?” e saiba mais sobre o assunto!

Artigos que você pode se interessar